Justiça obriga Disney a pagar 12 milhões em salários atrasados

ORLANDO, Fl – Uma investigação do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos determinou que a Disney deverá pagar mais de R$ 12 milhões (USD 3,8 milhões) em salários atrasados para 16,339 funcionários de Walt Disney World.

Segundo a matéria divulgada pelo jornal Orlando Sentinel, esses funcionários costumavam trabalhar 15 minutos a mais que seus turnos e constantemente não eram pagos. Além de alguns estarem recebendo menos do que o salário mínimo dos EUA.

Cada funcionário receberá em média USD 233.

“O departamento do trabalho identificou que um grupo de cast-members (funcionários Disney) trabalhou fora do horário combinado, nisso nós iremos providenciar o pagamento à vista dessas horas extras.” afirmou a Disney em um comunicado oficial.

Ainda no pronunciamento, a Disney admitiu que falhou em registrar as horas trabalhadas desses funcionários e que tomará todas as medidas possíveis para evitar que isso venha a se repetir no futuro. Também prometeu que o pagamento será efetuado até 31 de julho em parcela única.

Dos 16,339 funcionários, 700 deles trabalhavam no Disney’s Old Key West Resort.

“Essas violações não são incomuns e também são encontradas em outras empresas do ramo”, disse Daniel White, diretor da divisão do Departamento do Trabalho de Jacksonville responsável pela investigação.

Segundo White, a Disney foi muito colaborativa durante todo o processo de investigação.

 

Foto meramente ilustrativa

 

Fontes:

Orlando Sentinel