SeaWorld anuncia fim dos shows e reprodução de suas orcas

SeaWorld anunciou hoje de manhã (17/03) que as orcas que estão sob cuidado do park serão a última geração que o park cuidará e eles também encerram a partir de HOJE a reprodução destes animais.

De acordo com o que foi divulgado, os famosos shows com as baleias assassinas (Shamu) irão acabar gradativamente e no lugar será inserido um encontro com os animais que irá promover a educação, pesquisas na ciência marinha e resgate de animais marinhos.

seaworld

“Com novos programas dedicados a saúde e bem estar desses animais, SeaWorld irá começar essa transição primeiro na unidade de San Diego, no outro ano em San Antonio e ai então em Orlando em 2019” disse Joel Manb, CEO  da empresa.

Junto com o anunciamento, a empresa afirma que nenhum animal marinho foi tirado da natureza, incluindo as orcas, nos últimos 40 anos. Essas, ou nasceram ou viveram a maior parte de suas vidas em cativeiro, logo não conseguiriam voltar a natureza.

Nada foi pronunciado a respeito dos shows com golfinhos.

O park tem sofrido diversas críticas, boicotes e até processos judiciais desde a morte de uma das treinadoras em uma apresentação ao vivo em 2010 seguido pelo lançamento do polêmico documentário Blackfish.

Desde então o park tem percebido uma grande queda no número de visitantes e executivos estariam desesperados para tentar mudar a imagem ruim que a empresa ganhou.

Para tentar barrar tudo isso, novos brinquedos estão chegando no park como a montanha russa Mako ainda esse ano e futuramente esses novos observatórios e encontro com baleias.

Em nota, o blog Expresso Disney permanece neutro em quaisquer discussões sobre o SeaWorld, Blackfish e o possível tratamento que os animais recebem nos parks. 

 

Fontes:
Los Angeles Times
Inside the Magic